Categorias
Diversos

Open Sine o Tinder do Emprego

Com o objetivo de aproximar a Empresa dos trabalhadores e facilitar a contratação de empregos, será lançado o Open Sine o Tinder do Emprego. Leia e Divulgue

O Ministério da Economia está empenhada de colocar as Empresas empregadoras a um clique de distância com os profissionais através do novo aplicativo.

O antigo SINE – Sistema Nacional de Emprego, passa por uma reformulação total e principalmente tecnológica e o objetivo é que o match entre as duas áreas sejam facilitadas.

Download do Open Sine o Tinder do Emprego

O App Open Sine está disponível para todas as plataformas e tudo vale para reduzir o desemprego.

Isso para o trabalhador, principalmente o desempregado poderá ter em mãos todas as empresas, com todas as vagas disponíveis e em todos os seguimentos.

O Ministério da Economia criou um pacote de medidas da qual este serviço está incluído conforme anunciado neste mês de abril.

A reformulação do SINE (Sistema Nacional de Emprego), será um dos anunciados a entrar em vigor para combater o desemprego e aquecer a economia.

De início, o Open Sine (O Tinder do Emprego), já iniciará com uma base cadastral de 15 milhões de trabalhadores cadastrados em todo o país e tende alavancar rapidamente para 50 milhões.

tinder do trabalho do emprego

Desde o ano de 1975 existe o funcionamento do SINE com as funções de criar uma ponte entre o trabalhador e o empregador e também dar acesso ao desempregado o seguro desemprego.

Como para receber o “Seguro Desemprego”, o solicitante obrigatoriamente tem que estar cadastrado, essa obrigatoriedade possibilitou formar um banco de dados com estas milhões de pessoas.

A dificuldade do SINE (Sistema Nacional de Emprego) como é hoje, está em colocar de volta à ativa esses desempregados, chegando a horríveis percentuais de 0,5% em alguns estados.

Conforme publicou o Correio Braziliense, o sr Carlos Alexandre da Costa, Secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia:

O Open Sine é emergencial … Nossa ideia é abrir a plataforma para todas as HRtechs (startups de Recursos Humanos), que já trabalham nessa área, para que elas se conectem, ofereçam vagas e tenham acesso a essas informações”, explica Costa ao Correio Braziliense.

O que se diz é que a base de dados será disponível e aberta para que essa possibilidade seja concretizada e assim fomentar a economia.

Você poderá encontrar o Open Sine o Tinder do Emprego na sua plataforma de download – baixe o Open Sine agora.

Deixe uma resposta